GANHE DINHEIRO ON-LINE

Aprenda a ganhar dinheiro transformando o seus likes e inscritos no YouTube em fonte de renda. Para que essa mágica aconteça, além de um conteúdo bem-feito e trabalho, existem dois programas muito famosos pelos usuários do YouTube: o Google AdWords e o Adsense. Vamos entender como cada uma dessas ferramentas funciona e como usá-las da melhor forma para a monetização dos seus vídeos!

GOOGLE ADWORDS

O que é? É um sistema no qual os anunciantes inserem os anúncios que desejam ver publicados nos resultados de buscas do Google e também na rede de parceiros do Google AdSense. Para a a sua publicação, o anunciante paga um valor por clique que pode variar de acordo com a concorrência pela palavra-chave escolhida (viu só como as palavras-chave são importantes?). O mais bacana é que qualquer anunciante pode participar, pois a pessoa decide quanto quer investir de acordo com as suas possibilidades r necessidades. Primeiro, elas começam com um orçamento baixo, e depois, com os resultados, vão ajudando como desejar. A inscrição no AdWords é gratuita e o anunciante só paga quando alguém clicar no anúncio ou ligar para a sua empresa, ou seja, apenas quando a publicidade realmente funciona. É por meio do AdWords que a monetização do seu vídeo é feita, já que ele é quem inclui aqueles vídeos de grandes marcas antes do seu vídeo, anúncios no player e nos resultados de pesquisa. O mais bacana é que, se alguém clicar nele, o anunciante ganha e você também ganha uma porcentagem disso, que é repassada pelo Google. Mas não pense que você que poderá clicar sem parar em um anúncio para garantir o seu dinheiro no fim do mês. É contra as regras do Google e do YouTube uma mesma pessoa, com o mesmo IP, clicar no próprio anúncio e tal atitude pode indicar punições. Portanto, é bacana ler atentamente os termos de uso para não agir de forma errada.

GOOGLE ADSENSE

O que é? Podemos dizer que ele é quem faz a mágica acontecer, já que é através de AdSence que os donos de sites, blogs e canais do YouTube de qualquer tamanho e alcance conseguem ganhar dinheiro com o seu conteúdo. Você deve estar perguntando “ Mas, como? “, certo? Pois a resposta é muito simples! É por meio da exibição de anúncios do AdWords, que no caso de sites se dá por banners e bloco de links, e no YouTube, vídeos antes do seu em seu canal. Cada vez que o visitante do site clica em um de seus anúncios, uma parte vai para sua conta no AdSense. O mais bacana é que eles controlam tudo, inclusive se aquele anúncio conversa com seu público-alvo, portanto você não corre o perigo de ter um anúncio impróprio em sua página. Então, recapitulando, o AdWords é quem distribui os anúncios pelos vídeos e canais; já o AdSense controla quanto cada um deu de lucro e quantos cliques engordam a sua conta bancária.

Quanto paga?

Essa é uma das principais dúvidas de quem está começando e, infelizmente, não existe uma resposta exata nem uma regra. É que o valor pago pelo Google AdSense para cliques ou visualizações varia bastante em função do valor pago pelo anunciante que é exibido em seu canal do YouTube, Blog ou site. Nesse sistema de anúncios, os valores a serem pagos pelos anunciantes são definidos em sum sistema de leilão, portanto cada clique tem um valor distinto. Para que seus ganhos sejam maiores é bacana escolher um bom nicho para o AdSense (o nicho é um tema específico, que pode ser desde games a life style, marketing, beleza, etc.). O que acontece é que o AdSense repassa aos publishers um percentual de 68% do valor pago pelo anunciante do AdWords ao Google. Por exemplo, se um anunciante define que quer pagar R$ 1 por clique no anúncio, você receberá o equivalente a R$ 0,68 cada vez que um visitante do seu canal clicar nele. Inicialmente este valor pode parecer bem baixo,  mas em comparação com outros programas de anúncios, este é o mais justo, pois na maioria você só recebe algo se o visitante do seu site fechar uma venda com a marca que está anunciada, o que é bem mais difícil de acontecer. No AdSense, basta apenas que o usuário clique no anúncio e você já estará recebendo.

Como receber?

O AdSense paga como uma empresa normal aos seus funcionários, mensalmente. Se o usuário tiver concluído as etapas para receber o pagamento, eles o emitem entre os dias 21 a 26 de cada mês. Quando você entra para o AdSense, pode controlar quanto está ganhando em um gráfico e visualizar o histórico de pagamentos, no qual você conseguirá descobrir se o seu pagamento está em andamento. Vale lembrar que para receber seu pagamento do AdSense você deve conseguir atingir o valor mínimo, que varia de acordo com a moeda da sua conta, que no caso dos brasileiros geralmente é o dólar. Esse limite é US$ 100, mas, se você não o atingir, não se preocupe, os seus ganhos serão acumulados e combinados com os do mês seguinte. Se o seu novo saldo ultrapassar o limite mínimo de pagamento, você receberá um pagamento no final do mês seguinte. Por exemplo, se seus ganhos de junho não atingiram o limite de pagamento, eles serão acumulados e combinados com os valores de julho. Se o novo saldo exceder o limite de pagamento. O AdSense emite um único pagamento referente aos ganhos combinados de junho e julho no final de agosto. Se uma retenção de pagamento impediu o pagamento do saldo mais recente no ciclo normal, ele será emitido dentro de alguns dias após a remoção da retenção de pagamento. Agora se você não gostou do esquema do Google AdSense e acredita que esta não é a melhor forma de ganhar dinheiro, o cancelamento é opcional e fácil de fazer. Se você resolver cancelar a sua conta e seu saldo for maior do que o limite de cancelamento, que no caso do Brasil são de US$ 10, você receberá o pagamento final em até 90 dias após o final do mês, desde que tenha concluído as etapas necessárias para receber seu pagamento. Entre na sua conta AdSense e confira se todas as informações necessárias para o seu pagamento estão de acordo com as normas.

 

Na próxima semana abordarei outras formas de ganhar dinheiro …

Até a próxima segunda e boa semana…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital

www.einsofti.com

Entenda o GOOGLE ANALYTICS

Se você tem um site e ainda não conhece o GA, precisa conhece-lo agora ou a sua empresa ficará para trás. Com ele é possível obter informações importantíssimas sobre o desempenho da sua página na internet e estabelecer estratégias de marketing ainda mais eficazes.

Se em algum momento existiu internet sem os benefícios que o Google Analytics pode nos oferecer, não nos lembramos mais. É que o sistema de monitoramento de tráfego do Google se tornou tão importante para o dia a dia de um site de uma marca que é bem difícil imaginar manter uma página de sucesso na Internet sem ele.

Além de de gratuito, esse mecanismo pode ser usado por qualquer pessoa ou empresa que tiver uma página ou e-commerce no ar. Ele monitora informações como quantas visitas o seu site recebe, de onde vêm essas visitas (Google, Redes Sociais, e-mail, etc.) as regiões que mais acessaram seu site, quais são as páginas mais acessadas, a idade das pessoas que leem o seu site, quantas pessoas estão on-line em determinado momento e até mesmo o gênero destas pessoas. Os dados coletados pelo GA são tão importantes que quem tem um site precisa acompanha-lo diariamente. Com as informações coletadas pelo GA, é possível analisar a maneira como os visitantes de um site se comportam em relação a ele, se as suas ações de marketing estão dando certo e até mesmo programar campanhas. Essa análise é indispensável para a Gestão do Negócio no mercado. Saber analisar essas informações e utilizá-las a seu favor é muito importante, porém poucos conseguem fazê-lo com qualidade. Para que você consiga desfrutar da maioria das funcionalidades do Sistema e decifrar cada número em prool do seu negócio, nas páginas a seguir explicamos como o Google Analytics funciona e como fazer dele um grande aliado para p sucesso de sua empresa na Internet. O mais bacana é que o serviço pode ser usado por qualquer pessoa que tem um site – vale lembrar que é sempre melhor criar uma conta específica para isso, não misture o seu e-mail pessoal, ok? Outro fator positivo do GA é que é possível fuçar à vontade até aprender a usar as suas funcionalidades, pois nada que fizer trará problemas ao site.

MUITO ALÉM DOS NÚMEROS

Incluir o Google Analytics em seu site vai muito além de acompanhar números indecifráveis. Ele é a porta de entrada para a sua página na Web e para que você consiga conquistar o sucesso que tanto deseja!

O Google Analytics é um serviço gratuito de monitoramento de sites oferecido pelo Google, no qual é possível ter estatísticas concretas de desempenho da sua página na Internet. Para começar a usá-lo, basta ter uma conta do Google (Gmail). Ao cadastrar um site, você recebe um código para inserir na página cadastrada. Se você tem boas noções de HTML, conseguirá instalar o código sem problemas, pois é só copiar e colar de acordo com as instruções do Google (ensinarei a criar sua conta a seguir). Esse código contém um identificador único e, toda vez que alguém visita o site, o seu navegador roda esse identificador, registrando os dados do seu computador nas estatísticas dele. Esse processo é repetido sempre que o site for acessado. O Google Analytics foi criado para auxiliar os donos de sites a otimizar suas campanhas e para o Google Adsense. O GA tornou possível mensurar exatamente o resultado de uma campanha de marketing na Internet e determinar por meio do ROI (Retorno do Investimento) qual foi o lucro daquela companha. Ele foi um dos fatores determinantes pelo qual p marketing digital se tonou mais ´eficiente´ do que o tradicional, pois graças a ele foi possível mensurar os números conquistados com diferentes campanhas e ações. Um dos grandes erros dos criadores de sites é achar que instalar o GA fará que todos os seus problemas sejam resolvidos. As coisas não são bem assim… O Google Analytics irá mostrar exatamente o que é preciso para alavancar um site. O site oferece uma série de informações, com as quais é possível tirar uma conclusão a respeito do comportamento do seu público. É por isso que é tão importante saber explorar todas as funcionalidades que ele oferece, caso contrário ele será apenas um site com números confusos. O GA é uma ferramenta poderosa, mas só com o tempo você irá aprender quais são os dados mais importantes do site. O ideal é definir um objetivo e começar aos poucos para não se perder ao deparar com os relatórios.

PRINCIPAIS RECURSOS

Em um primeiro momento, fazer login no GA pode ser um pouco assustador pela quantidade ne números e gráficos que vão aparecer. Pois é, o que não faltam nele são ferramentas para uma análise ainda mais completa.

Para não se perder, entenda o que é possível descobrir acessando o Google Analytics:

  • Número total de visitantes, visitante único e visitante que retornaram ao site;
  • Origem do tráfego (de onde estão vindo os acessos que chegam ao site);
  • Metas (quais as metas traçadas para o site que foram atingidas;
  • Resultados do e-commerce (desempenho da sua loja virtual);
  • Marketing (quais campanhas de Marketing proporcionaram melhor resultados);
  • Mídias Sociais (quais de suas ações em Redes Sociais lhe trazem mais acessos).

ENTRE JÁ PARA O GOOGLE ANALYTICS

Para desfrutar dos benefícios que o GA pode trazer para a sua empresa, é preciso como já disse criar uma conta. Veja como criar a sua e usar os dados para melhorar o desempenho na Internet!

Passo1 – Crie uma conta no Google para seu site preenchendo o formulário;

Passo2 – Acesse o site do Google Analytics com sua conta e clique em ´inscrever-se´;

Passo3 – Preencha todos os campos com os dados do seu site. (muita atenção nesta etapa);

Passo4 – Ao finalizar o seu cadastro, você precisará de um código. Para consegui-lo, crie-o em ´Código de Acompanhamento´, copie-o e insira-o em todas as páginas do site.

TENHA PACIÊNCIA

Nos primeiros dias é muito comum os novos usuários terem um choque por entrarem no GA e não encontrarem nenhum acesso nas estatísticas. Isso acontece porque o seu site demora um tempinho para ser indexado nos mecanismos de buscas. Lembre-se de que apesar de ser muito eficiente, estamos lidando com uma máquina que precisa de tempo para processar algumas informações. O Google Analytics pede de 24 a 48 horas para conseguir dados suficientes para gerar um relatório, portanto tenha paciência.

PERDEU O SEU CÓDIGO

Não conseguiu instalar o seu código ou deixou para fazer mais tarde, mas acabou perdendo o link ou algo nesta linha? sem problemas, é possível gerar um código novamente! Para isso, você precisa clicar na aba Administrador no topo direito do site e depois em ´Código de Acompanhamento´. Depois disso, é só instalar o código em seu site e começar a desfrutar dos benefícios do Google Analytics.

Bom fico por aqui, semana que vem darei continuidade abordando como explorar o Google Analytics não percam…

Forte abraço e até lá…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital     www.einsofti.com

Utilizando PÁGINAS DE CONVERSÃO

As ´landing pages´, como são conhecidas, são ótimas formas para transformar visitantes em Leads (Interessados) e captar informações úteis para sua empresa. Descubra a importância delas para o seu negócio e como usá-las em suas campanhas.

É quase impossível entrar em um site e não encontrar, pelo menos uma ´landing page´, as páginas criadas com foco na conversão. Ela é uma ótima maneira de otimizar um site e ajudar a criar um banco de dados com um público com potencial para consumir o seu produto/serviço ou solução, isso porque dentro de uma ´landing page´ não existe distração nenhuma de forma a que o futuro cliente vá direto única e exclusivamente da oferta divulgada.

As ´landing pages´ geralmente somam a maior quantidade de acessos em um site, já que é onde o consumidor encontra o que realmente busca navegando na internet. É por meio dela que as empresas despertam o interesse do usuário, por isso é necessário ser bem específico e claro sobre a proposta e mensagem que quer passar. Um bom teste para descobri sua eficácia é fazendo a regra dos cinco segundos. Se a pessoa entrar na sua ´landing page´ durante 5 segundos e entender do que se trata a página e o que poderia fazer como ação nela, é sinal de que a sua estratégia está funcionando.  Para que sua informação seja transmitida de forma clara, é preciso ter muito cuidado com o conteúdo e, principalmente, com o design da página, que, ao mesmo tempo que serve de chamativo, também precisa ser clean. Parece confuso, mas na prática o uso das ´landing pages´ é muito mais simples do que você imagina. Para ajudá-lo a incluir as ´landing pages´ nas suas estratégias de Marketing Digital, explicamos a seguir o que elas são, para que servem e como usá-las com eficácia para o seu negócio.

A IMPORTÂNCIA DAS LPs

Parece complicado entender a relação das ´landing pages´ com as conversões realizadas por meio do seu Site, mas elas são muito mais importantes e necessárias do que você imagina. Com elas é possível conquistar um público ainda maior e aumentar as chances de conversão. Entenda como elas funcionam para melhorar o desempenho de sua empresa na internet!

As ´landing pages´ são páginas que tem como objetivo capturar contatos para uma lista de e-mails ou exibir um anúncio específico.  Elas devem ser objetivas por definição de forma incentivar o potencial cliente a tomada de uma decisão, como, por exemplo, cadastrar um e-mail. Por meio das ´landing pages´ é possível criar registros/cadastros de um Banco de Dados com informações para segmentação, evitando que sua empresa perca tempo com aqueles cadastrados que não têm interesse ou não podem pagar pelo seu produto/serviço ou solução.

CRIE A SUA ´LANDING PAGE´ EM 10 PASSOS

Ter uma ´landing page´ não é tão complicado quando você poderia imaginar, basta ficar atento aos detalhes. Para criar uma página simples e objetiva selecionamos algumas dicas. Confira!

  1. TÍTULOS OBJETIVOS E DIRETOS

O título é o primeiro contato do usuário com sua página. Lembre-se de que ele precisa ser atrativo para fazer o usuário entrar na sua página e, ao mesmo tempo, tem de fazer que ele identifique automaticamente sobre o que fala a ´landing page´. Para que isso aconteça não se esqueça de incluir a palavra-chave que defina o seu negócio.

  1. USE CORES COM CONTRASTES

Tenha muito cuidado na escolha das cores, pois elas ajudarão a sua página a ter o destaque necessário. Vale lembrar que o ´call-to-action´ (a chamada para ação) precisa ter destaque dentro da sua ´landing page´, portanto se você usou um fundo claro, escolha uma cor bem chamativa para ele.

 

  1. PROVA SOCIAL

Uma prova social constitui os comentários de usuários sobre sua oferta. Para dar credibilidade inclua depoimentos feitos nas redes sociais e até número de downloads. Enfim, escolha dados que sejam atrativos para o leitor.

  1. NÃO USE MENUS

Uma ´landing page´ deve ser o mais simples possível. Dentro dela o caminho de conversão deve estar claro. O objetivo é converter o visitante pelo formulário, pela oferta e pelo botão de ação ´call-to-action´. Deixe as outras funcionalidades para o seu site.

  1. CUIDADO COM OS LINKS

Eles são grandes aliados para comprovar a eficácia da sua oferta, porém devem ser usados com moderação. Ao incluir links, você tira a atenção do usuário da sua ´landing page´, portanto redirecione-o apenas para informações de entendimento daquela oferta.

  1. TESTE DIFERENTES FORMULÁRIOS

Para encontrar o formulário ideal para seu público, é preciso testar. Lembre-se de que é preciso ter um formulário curto, caso o contrário corre o risco de ele não preencher até o fim, principalmente se ele ainda não tiver uma relação com o seu negócio.

  1. DÊ ATENÇÃO AO CTA (´CALL-TO-ACTION) CHAMADA PARA AÇÃO

O seu ´call-to-action´ precisa contrastar com as informações da sua ´landing page´. Ele é tão importante quanto o título e precisa mostrar ao público o que você quer que ele faça. Uma boa ideia é criar um botão de ação para que o interessado /´lead´ não tenha dúvida do que precisa fazer.

  1. APOSTE NOS VÍDEOS

Além de serem dinâmicos, eles prendem a atenção do visitante e pode ajudar a apresentar melhor a sua oferta. É uma ótima forma de variar o formato de conteúdo dentro de uma ´landing page´ e também de engajar os seus leitores.

  1. APROVEITE O ESPAÇÕ EM BRANCO

Pode acreditar, ele é extremamente importante para o entendimento da mensagem e da divisão das informações. Para aumentar a compreensão da sua ´landing page´, procure separar o formulário, o ´call-to-action´ e a imagem com espações em branco, isso fará toda a diferença.

  1. SEJA OBJETIVO

Ao criar uma página, é impossível não pensar em mil formas de ´layout´ desenho e conteúdo, porém é preciso tomar cuidado e lembrar que as ´landing pages´ são na essência pontos de conversão rápida, então inclua só o que importa. O usuário que entra em luma LP já está disposto a obter aquela oferta, portanto não precisa mais do que o básico de informações. Cuidado para não pesar no conteúdo.

Há quem odeie os pop-ups, mas também há quem os ame como já disse em artigos anteriores. Eles são ótimos para convidar as pessoas que estão lendo sua página para se cadastrar em seu Banco de Dados.

THANKS YOU PAGE- TYP

É praticamente impossível falar de ´landing pages´ sem citar o modelo das ´thank you pages´, mais conhecidas como as páginas de agradecimentos. Elas têm como objetivo agradecer uma conversão e entregar o link do conteúdo final ofertado. Muitas empresas deixam de investir nela por já ter conquistado uma conversão, porém isso é um erro, já que a importância dela para o marketing digital é gigantesca. É necessário criar uma TYP por dois motivos: custo de conversão no AdWords e FacebookAds e ofertar o próximo passo. No primeiro caso, o “custo de conversão” é instalado quando se tem uma página de destino. No caso de um material didático, por exemplo, essa página é a TYP. É por meio dos softwares de edição de ´landing pages´ que o profissional de marketing consegue acessar as configurações da TYP e adicionar o código de registro de conversão para quem chegou a ela, mudando a análise de resultados para ´custo por lead´.  Já no segundo caso, você consegue aproveitar o momento para fazer ao usuário uma nova oferta um pouco mais direta e, quem sabe, conquistar uma nova conversão.

Bom fico por aqui, semana que vem o artigo será sobre Google Analytics não percam

Forte abraço e até lá…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital     www.einsofti.com

Dicas sobre PÁGINAS DE CONVERSÃO

As ´landing pages´, como são conhecidas, são ótimas formas para transformar visitantes em Leads (Interessados) e captar informações úteis para sua empresa. Descubra a importância delas para o seu negócio e como usá-las em suas campanhas.

É quase impossível entrar em um site e não encontrar, pelo menos uma ´landing page´, as páginas criadas com foco na conversão. Ela é uma ótima maneira de otimizar um site e ajudar a criar um banco de dados com um público com potencial para consumir o seu produto/serviço ou solução, isso porque dentro de uma ´landing page´ não existe distração nenhuma de forma a que o futuro cliente vá direto única e exclusivamente da oferta divulgada.

As ´landing pages´ geralmente somam a maior quantidade de acessos em um site, já que é onde o consumidor encontra o que realmente busca navegando na internet. É por meio dela que as empresas despertam o interesse do usuário, por isso é necessário ser bem específico e claro sobre a proposta e mensagem que quer passar. Um bom teste para descobri sua eficácia é fazendo a regra dos cinco segundos. Se a pessoa entrar na sua ´landing page´ durante 5 segundos e entender do que se trata a página e o que poderia fazer como ação nela, é sinal de que a sua estratégia está funcionando.  Para que sua informação seja transmitida de forma clara, é preciso ter muito cuidado com o conteúdo e, principalmente, com o design da página, que, ao mesmo tempo que serve de chamativo, também precisa ser clean. Parece confuso, mas na prática o uso das ´landing pages´ é muito mais simples do que você imagina. Para ajudá-lo a incluir as ´landing pages´ nas suas estratégias de Marketing Digital, explicamos a seguir o que elas são, para que servem e como usá-las com eficácia para o seu negócio.

A IMPORTÂNCIA DAS LPs

Parece complicado entender a relação das ´landing pages´ com as conversões realizadas por meio do seu Site, mas elas são muito mais importantes e necessárias do que você imagina. Com elas é possível conquistar um público ainda maior e aumentar as chances de conversão. Entenda como elas funcionam para melhorar o desempenho de sua empresa na internet!

As ´landing pages´ são páginas que tem como objetivo capturar contatos para uma lista de e-mails ou exibir um anúncio específico.  Elas devem ser objetivas por definição de forma incentivar o potencial cliente a tomada de uma decisão, como, por exemplo, cadastrar um e-mail. Por meio das ´landing pages´ é possível criar registros/cadastros de um Banco de Dados com informações para segmentação, evitando que sua empresa perca tempo com aqueles cadastrados que não têm interesse ou não podem pagar pelo seu produto/serviço ou solução.

CRIE A SUA ´LANDING PAGE´ EM 10 PASSOS

Ter uma ´landing page´ não é tão complicado quando você poderia imaginar, basta ficar atento aos detalhes. Para criar uma página simples e objetiva selecionamos algumas dicas. Confira!

  1. TÍTULOS OBJETIVOS E DIRETOS

O título é o primeiro contato do usuário com sua página. Lembre-se de que ele precisa ser atrativo para fazer o usuário entrar na sua página e, ao mesmo tempo, tem de fazer que ele identifique automaticamente sobre o que fala a ´landing page´. Para que isso aconteça não se esqueça de incluir a palavra-chave que defina o seu negócio.

  1. USE CORES COM CONTRASTES

Tenha muito cuidado na escolha das cores, pois elas ajudarão a sua página a ter o destaque necessário. Vale lembrar que o ´call-to-action´ (a chamada para ação) precisa ter destaque dentro da sua ´landing page´, portanto se você usou um fundo claro, escolha uma cor bem chamativa para ele.

  1. PROVA SOCIAL

Uma prova social constitui os comentários de usuários sobre sua oferta. Para dar credibilidade inclua depoimentos feitos nas redes sociais e até número de downloads. Enfim, escolha dados que sejam atrativos para o leitor.

  1. NÃO USE MENUS

Uma ´landing page´ deve ser o mais simples possível. Dentro dela o caminho de conversão deve estar claro. O objetivo é converter o visitante pelo formulário, pela oferta e pelo botão de ação ´call-to-action´. Deixe as outras funcionalidades para o seu site.

  1. CUIDADO COM OS LINKS

Eles são grandes aliados para comprovar a eficácia da sua oferta, porém devem ser usados com moderação. Ao incluir links, você tira a atenção do usuário da sua ´landing page´, portanto redirecione-o apenas para informações de entendimento daquela oferta.

  1. TESTE DIFERENTES FORMULÁRIOS

Para encontrar o formulário ideal para seu público, é preciso testar. Lembre-se de que é preciso ter um formulário curto, caso o contrário corre o risco de ele não preencher até o fim, principalmente se ele ainda não tiver uma relação com o seu negócio.

  1. DÊ ATENÇÃO AO CTA (´CALL-TO-ACTION) CHAMADA PARA AÇÃO

O seu ´call-to-action´ precisa contrastar com as informações da sua ´landing page´. Ele é tão importante quanto o título e precisa mostrar ao público o que você quer que ele faça. Uma boa ideia é criar um botão de ação para que o interessado /´lead´ não tenha dúvida do que precisa fazer.

  1. APOSTE NOS VÍDEOS

Além de serem dinâmicos, eles prendem a atenção do visitante e pode ajudar a apresentar melhor a sua oferta. É uma ótima forma de variar o formato de conteúdo dentro de uma ´landing page´ e também de engajar os seus leitores.

  1. APROVEITE O ESPAÇÕ EM BRANCO

Pode acreditar, ele é extremamente importante para o entendimento da mensagem e da divisão das informações. Para aumentar a compreensão da sua ´landing page´, procure separar o formulário, o ´call-to-action´ e a imagem com espações em branco, isso fará toda a diferença.

  1. SEJA OBJETIVO

Ao criar uma página, é impossível não pensar em mil formas de ´layout´ desenho e conteúdo, porém é preciso tomar cuidado e lembrar que as ´landing pages´ são na essência pontos de conversão rápida, então inclua só o que importa. O usuário que entra em luma LP já está disposto a obter aquela oferta, portanto não precisa mais do que o básico de informações. Cuidado para não pesar no conteúdo.

Há quem odeie os pop-ups, mas também há quem os ame como já disse em artigos anteriores. Eles são ótimos para convidar as pessoas que estão lendo sua página para se cadastrar em seu Banco de Dados.

THANKS YOU PAGE- TYP

É praticamente impossível falar de ´landing pages´ sem citar o modelo das ´thank you pages´, mais conhecidas como as páginas de agradecimentos. Elas têm como objetivo agradecer uma conversão e entregar o link do conteúdo final ofertado. Muitas empresas deixam de investir nela por já ter conquistado uma conversão, porém isso é um erro, já que a importância dela para o marketing digital é gigantesca. É necessário criar uma TYP por dois motivos: custo de conversão no AdWords e FacebookAds e ofertar o próximo passo. No primeiro caso, o “custo de conversão” é instalado quando se tem uma página de destino. No caso de um material didático, por exemplo, essa página é a TYP. É por meio dos softwares de edição de ´landing pages´ que o profissional de marketing consegue acessar as configurações da TYP e adicionar o código de registro de conversão para quem chegou a ela, mudando a análise de resultados para ´custo por lead´.  Já no segundo caso, você consegue aproveitar o momento para fazer ao usuário uma nova oferta um pouco mais direta e, quem sabe, conquistar uma nova conversão.

 

Bom fico por aqui, semana que vem o artigo será sobre Google Analytics não percam

Forte abraço e até lá…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital     www.einsofti.com

e-mail MARKETING Dicas

TENHA OS SEUS CONTATOS

Uma das práticas ilegais e que tem tomado o mercado é a compra de banco de dados. A nossa dica é: corra dessa cilada e crie o seu próprio banco de dados. Criando uma lista de contatos segmentada, além de aumentar a chance de fidelizar o seu cliente, você também aumentará a sua taxa de conversão.

CONTRUINDO A SUA LISTA

A maneira mais comum de construir a sua lista de e-mails é colocando formulários para recebimento de ´Newsletters´ em seu site. Mas, dependendo dos lugares onde esses formulários são colocados, as chances de aumentar o seu número de contatos são ainda maiores.

Veja quais são eles:

  • THE FEATURES BOX

Esse é o nome dado ao box incluído no topo, bem no meio da barra de menu de seu site. Fica no topo da home do seu site. Portanto é um local de fácil acesso para os usuários.

  • SIDEBAR

É o nome dado à lateral do seu site. Como ela fica visível na home, nos artigos e nas páginas, as chances de as pessoas clicarem são muito maiores. Por isso, destaca-la é fundamental para atrair a atenção do público.

  • FINAL DOS ARTIGOS

Quando uma pessoa lê algo até o final é porque gostou do conteúdo, portanto deixar um aviso para quem gostou se inscrever para receber mais notícias é uma boa para que as pessoas se cadastrem na sua lista.

  • FOOTER

Essa é parte de baixo do site, onde você coloca todas as suas redes sociais. Junto com elas, você pode incluir um ícone que direcione para uma página que capture e-mails.

  • PÁGINA SOBRE

Geralmente é uma página que conta com um número expressivo de visitas em um site. Uma pessoa que entra em seu site pela primeira vez quer saber quem está falando com ela, portanto é um canal bacana para mostrar ao leitor como o seu site irá ajuda-lo e por que é interessante ele incluir o e-mail no seu cadastro.

  • TOPO DO POST

Ele fica antes do post com o seu artigo e chama muito a atenção. Funciona muito bem, assim como a featured box.

  • POP-UPS

Há quem odeie os pop-ups, mas também há quem os ame. Eles são ótimos para convidar a pessoa que está lendo o seu site a se cadastrar em seu banco de dados.

OUTROS TIPOS DE FORMULÁRIOS

Não são apenas os formulários com interesse em ´Newsletters´ que podem capturar contatos para o seu negócio. Sabe aquele link de contato no site da empresa que servem para pedir orçamento ou tirar dúvidas, mais conhecido como “Fale Conosco”?  Eles capturam muitos endereços de e-mail e costumam trazer pessoas mais avançadas no processo de uma compra, pois elas já estão com dúvidas claras sobre o seu produto/serviço/solução ou avaliando a aquisição.

SEGMENTE O SEU PÚBLICO

Há quem diga que uma boa lista de e-mails precisa apenas do nome completo e do e-mail. Para alguma utilidade isto pode até bastar, mas se você precisa segmentar o seu público, esses dados são básicos demais. Com informações como idade, gênero, religião, interesses, é muito mais fácil segmentar o seu público, conseguindo assim ter uma base para determinar os seus hábitos e consumo. Quanto mais específica for sua lista de contatos mais definido o seu público, as chances de promover ações e campanhas de marketing efetivas e revertê-las em conversões VENDAS aumentam.

JAMAIS COMPRE LISTA DE E-MAIS

Como já dissemos anteriormente, não caia na ilusão de compra de listas de e-mail. Esse caminho é muito distante do caminho do sucesso, pois, além de diminuir a credibilidade de sua marca, também pode colocá-lo em situações muito chatas na internet. Você pode cair em uma blacklist e ficar conhecido como spammer, sujando seu nome a reputação da sua empresa. Sem contar que o engajamento dessa lista tende a ser extremamente baixo, já que as pessoas cadastradas nela não estão lá necessariamente pelos seus produtos/serviços e ou soluções. Em suas listas, sempre deixe claro que se a pessoa quiser ela também poderá se descadastrar. Isso cria uma relação legal entre o cliente e a marca. Deixe o seu cliente livre para fazer o que quiser é sempre a melhor solução para melhorar sua lista de contatos. A opção livre de descadastramento é um fator positivo de sinaliza que aquela pessoa que não tem mais interesse em receber o seu conteúdo tem opção o que é muito melhor de ser acusado de SPAM, certo?

RELAÇÃO DE TROCA

Um empresário precisa entender que nem sempre o cliente está disposto a preencher um cadastro em um site. Isso porque além de demandar tempo, o que é um bem valioso, existem outras coisas pulando na tela competindo pela atenção dele. Para que seu link seja mais atrativo, o ideal é fornecer oportunidades para que o cliente queira preencher todos os campos. Se ele se cadastrar, poderá por exemplo baixar um e-book gratuitamente, ou ganhar um cupom com um desconto, um brinde, participar de um concurso com um prémio legal, enfim, use a criatividade para estabelecer esta relação de troca e oferecer oportunidades ao seu consumidor.

BARRA NO TOPO DO SITE

Incluir uma barra temporária no topo do site pode ser muito eficaz para chamar atenção dos leitores.  Para capturar mais e-mails, é preciso incluir um link que direcione a uma página de cadastros.

DENTRO DE ARTIGOS CHAVE

Verifique em seu Google Analytics quais são os artigos mais visitados e inclua neles um campo de captura de e-mail. O ideal é que seja no meio do conteúdo com um convite – por exemplo “está gostando desse texto? Inclua seu e-mail no campo abaixo e receba mais conteúdo como este!”

LINK NO MENU DE NAVEGAÇÃO

Outra maneira de atrair os olhares dos visitantes do seu site é incluindo uma página específica para capturar e-mails e colocar um link para ela no menu de navegação. Não se esqueça de avisar o que o leitor irá receber ao se cadastrar nela. OK? E pense sempre em uma bonificação.

 

Bom vou ficando por aqui… Continuo na próxima semana com o tema ´Páginas de Conversão” boa semana a todos.

 

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital     www.einsofti.com

e-mail MARKETING ferramentas gratuitas

Antes de começar a enviar e-mail marketing, você precisa saber de uma coisa: é quase impossível enviar um e-mail pessoal a cada um. Para que você consiga otimizar o seu trabalho, existem ferramentas que disparam vários e-mails se uma só vez – e o melhor são gratuitas. Conheça as mais usadas e facilite sua vida!

Mailchimp

Se você tem menos de 2.000 contatos, ele é perfeito para você! Com o plano Frever Free, é possível enviar até 12 mil e-mails grátis por mês. Embora o plano ofereça muitas funções, algumas funcionalidades ficam bloqueadas apenas para assinantes, como a autorrespostas. Outra questão para se analisar é que os e-mails entregues por eles vão com o logo da empresa em seu rodapé, porém no plano pago ele pode ser removido.

ActiveCampaign

É considerado um dos melhores softwares gratuitos do mercado. Com ele é preciso enviar e-mail para até 2.500 contatos com os mesmos recursos do plano pago. A Assinatura dele não expira enquanto a sua lista de contatos estiver abaixo do limite. Esse software é o que mais contém benefícios para e-mail marketing.

Benchmark Email

Com o seu plano gratuito é possível enviar até 10 mil e-mails por mês. Além disso, ele oferece muitos recursos, como pesquisas on-line, modelos de e-mail, acompanhamento de estatísticas etc. Para se inscrever, basta criar um login e senha. O ponto negativo é que com o plano gratuito você só pode construir a sua lista com usuários que se cadastraram por meio de um formulário de inscrição.

 

BLACKLISTS

Elas foram criadas para evitar os terríveis SPAMs! São Listas que agrupam e-mails, endereços de IP, ou domínios que foram denunciados como disseminadores de mensagens SPAM. Geralmente a denúncia é feita pelos próprios receptores da mensagem que não autorizam o seu recebimento. Para não cair em um blacklist, evite enviar e-mails em grandes quantidades para pessoas que não escolheram receber as suas correspondências; enviar e-mails com conteúdos maliciosos, preconceituosos ou pornográficos; enviar e-mails com vírus ou software suspeitos. Caso você já tenha entrado em uma, entre em contato com a organização responsável pela lista e veja o seu processo para sair. É comum eles fazerem um acompanhamento do seu trabalho antes da retirada da blacklist para ter certeza de que você não pratica SPAM.

E-MAIL INFORMATIVO

Ele é caracterizado pelas famosas ´newsletters´, com o objetivo de informar sobre as atualizações e novidades relevantes sobre o seu negócio ou nicho de mercado. Geralmente possui textos e chamadas maiores com links para o seu site.

E-MAIL TRANSACIONAL

É uma mensagem que indica algo já esperado pelos clientes, como informações para os usuários confirmarem um pedido, uma compra, a troca de senha, cadastro, etc. O foco dessa mensagem é para confirmação e não para descoberta, portanto costumam ser e-mails simples e curtos.

E-MAIL ESPECIAL

É um e-mail enviado para os usuários em datas comemorativas que vai com uma mensagem personalizada. Essa campanha pode corresponder a mensagens de aniversário, parabenizações por alguma conquista etc. A ideia é fazer que seus clientes se sintam lembrados e especiais. Em alguns casos, a lembrança vem acompanhada de uma promoção ou desconto.

10 DICAS PARA PRODUZIR UM BOM CONTEÚDO DO E-MAIL

É ele o divisor de águas de um e-mail marketing. O conteúdo determina se o seu cliente abrirá o seu e-mail e entrará na sua página ou se o mandará direto para a lixeira. Para não correr este risco, confira algumas dicas para produzir bom conteúdo e garantir um bom resultado!

  1. APOSTE EM PALAVRAS-CHAVE

Como no SEO, no e-mail marketing elas também são importantes. Inclua no título palavras que casam com o seu segmento de atuação. Isso gerará contexto para o usuário e acabará mantendo bons padrões de relevância.

  1. ASSUNTO ATRATIVO

O objetivo do seu e-mail é que o cliente o abra e clique no seu link, certo? Para isso é necessário pensar em conteúdos inovadores e em um título que seja impossível ele não clicar. Ao criar um assunto, procure usar entre 25 a 40 caracteres para falar dele. Essa é a faixa que mais dá resultados.

  1. COMPARTILHE SEU CONHECIMENTO

Divida as suas experiências com os seus leitores. Que tal contar para eles como você obteve sucesso ou como desenvolveu aquela coleção de roupas? Não se esqueça de que criar proximidade com o público é fundamental. As pessoas gostam de se relacionar com pessoas e não com marcas inatingíveis.

  1. VÁ DIRETO AO PONTO

Evite e-mails logos de mais! Os clientes não gostam de serem enrolados ou perder tempo para descobri algo. É por isso que eles optam por marcas práticas e objetivas e que vão direto ao ponto, portanto seja breve, caso contrário o seu e-mail marketing será perdido.

  1. INSIRA LINKS

Quanto mais links tiver no e-mail, maior a chance de estes serem clicados, mas tome cuidado com a poluição visual. Mostre ao cliente os benefícios que ele terá ao clicar no seu link, isso conta bastante.

  1. DEIXE SUA CALL-TO-ACTION VISÍVEL

Muitos colocam a chamada para ação bem no finzinho do e-mail, o que é um erro, afinal esse é o principal objetivo do seu e-mail. Faça que o cliente não precise procurar muito para encontrá-la e vá direto ao ponto.

  1. GARANTA CONTEÚDO EXCLUSIVO

Se o cliente puder ler aquele texto que você enviou em algum outro lugar, qual benefício terá ao clicar no seu e-mail? Produza conteúdo exclusivo e interessante, isso garantirá que ele clique e seu e-mail para continuar lendo sobre o assunto.

  1. INCLUA ESTATÍSTICAS

Gráficos bonitos com o status da sua empresa e produto no mercado, comparando com a concorrência, são sempre atrativos. Pesquisas são muito bem-vindas pelo consumidor e estudos de caso também rendem matéria interessantes. E-mails com números são rápidos no entendimento e muito bem-vindos.

  1. USE EMOTIONS

Eles trazem uma relação emocional e visual ao título do e-mail e influenciam bastante na abertura dele. Mas use-os com moderação! Faça isso apenas de vez em quando, pois, caso contrário, eles poderão perder a sua relevância.

  1. EVITE PALAVRAS MUITO COMERCIAIS

Grátis, promoção, clique, abra, crédito, oferta, compre, etc. Elas são muito usadas, porém as chances de gerarem frustração são altas. E se o cliente se frustrar, não abrirá mais nenhum e-mail seu.

Bom vou precisar de mais pelo menos um artigo para dar uma cobertura básica no tema. Continuo na próxima segunda e boa semana a todos. (Continuarei abordando o tema E-MAILMARKETING…)

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital     www.einsofti.com

e-mail MARKETING

Cerca de 90% das empresas apostam nele e garantem: esse é o método com a melhor taxa de conversão de vendas. Está esperando o que para investir nele também? Aqui mostramos como o e-mail marketing pode ser uma boa aposta para o seu negócio e como usá-lo da melhor forma.

Sabe aquela estória de que hoje em dia ninguém mais usa e-mail, que as estratégias de e-mail marketing estão ultrapassadas, porque ele não é um meio eficaz?  É tudo conversa! Não que os outros meios de marketing, como as redes sociais, não sejam eficazes, muito pelo contrário, os seus benefícios são enormes. Como você já leu anteriormente, mas ainda hoje o e-mail marketing é o meio mais eficaz para quem quer transformar acessos em conversões. De acordo com a pesquisa feita pela FBITS, empresa especializada no comércio eletrônico, em 2015, 61% das empresas conseguem até 20% do seu faturamento por meio do e-mail marketing. Outra estatística que prova essa eficácia é que 75% dos internautas usam o e-mail quando o assunto é consumir. De acordo com o Serasa, o e-mail também é o canal que conta com o melhor índice de conversão em vendas para sites e e-commerce, representando 2,53%, o que é mais que as buscas pagas e orgânicas.

Viu só? Os dados são tentadores! É claro que muito do sucesso da sua empresa com o e-mail marketing está relacionado com seu público-alvo, por isso é tão importante saber quem são eles e qual é o seu comportamento, para então desenvolver estratégias de marketing digital.

Com o uso do e-mail marketing, é possível criar um relacionamento com o seu cliente sem ser invasivo e o informar sobre suas novidades. Porém, para que o uso dessa ferramenta seja bom para o seu negócio, é preciso construir a sua rede de contatos. Jamais compre listas de e-mail, ou utiliza listas desatualizadas, pois neste caso você não estará fazendo e-mail marketing, mas sim, spam, o que pode acabar a sua credibilidade perante o seu consumidor além é obvio de não atingir nenhum resultado. Para evitar esse tipo de constrangimento para a sua empresa e para o seu público, falaremos mais a seguir sobre esse método de Marketing Digital, a sua eficácia e como usá-lo no dia a dia para Trazer grandes benefícios aos seu negócio.

ENTENDA O E-MAIL MARKETING

Muito se fala sobre a prática do e-mail marketing, porém poucas pessoas entendem o seu real significado e como utilizá-lo na prática. Pensando nisso, explicamos agora o que ele é e como pode ajudá-lo a transformar os seus números!

O QUE É?

O e-mail marketing é um dos melhores canais de marketing digital disponíveis, principalmente quando o assunto é o relacionamento com a audiência. Ele consiste em uma empresa enviar e-mails com frequência para um cliente cadastrado em seu banco de dados com as novidades de sua marca, promoções, notícias, etc.

PARA QUE SERVE?

O e-mail marketing serve como um canal de comunicação entre a empresa e o Cliente/Prospect (interessado). Pode ser enviado uma ´newsletter´, que nada mais é do que um boletim periódico com novidades, informações ou promoções, com o objetivo de manter o nome da sua empresa vivo na mente do cliente, além de apontar oportunidade que o levem diretamente ao seu site.

COMO DEVE SER USADO?

Deve ser usado para informar o seu cliente e aqueles que desejam receber conteúdo da sua marca. Quem envia e-mails sem autorização está enviando spam, o que pode prejudicar a imagem de sua marca. Sem contar que não faz sentido nenhum enviar informações sobre os seus produtos e serviços para pessoas que não têm o perfil da sua marca e não se tornarão futuros clientes. Portanto, o ideal é criar uma opção em seu site para que as pessoas se cadastrem para receber informações por libre e espontânea vontade.

Para que o cliente queira abrir a sua ´newsletter´, é necessário investir em conteúdo de qualidade e não apenas enviar promoções e lançamentos. Seja criativo e pense em formas de chamar a atenção dele. Por exemplo, se você tem uma loja de roupas, envie um texto mostrando as tendências da estação; ou se você tem uma loja de eletrodomésticos, mande dicas para usar o aparelho lançado na loja.

MODELOS DE E-MAIL MARKETING

As opções de e-mail marketing são tão amplas quanto as de uma rede social. Defina o seu objetivo e escolha a opção que lhe trará mais resultados!

E-MAIL PROMOCIONAL

São aqueles que tem como objetivo promover uma oferta, como de produtos físicos, serviços digitais ou produtos digitais gratuitos, como e-books etc. Eles geralmente usam muitas imagens e ´Calil to action´, como “compre aqui! ” Ou “Baixa gratuitamente! ”.

Dicas

NA HORA CERTA

Os dias e horários para enviar um e-mail marketing contam muito no sucesso de uma campanha. É preciso fazer que o e-mail chegue ao cliente no momento em que ele está pronto para dar atenção ao conteúdo oferecido. Infelizmente, é impossível criar uma base certa de data e horários para envio.

Isso porque a taxa de sucesso de seu e-mail marketing vai variar de acordo com seu público. Portanto, cabe a você analisar melhor o perfil de quem consome o seu produto para conseguir identificar o momento certo. Para ajudá-lo a estabelecer esse cronograma, selecionamos algumas Dicas:

ENTENDA DA ROTINA DE SEU PÚBLICO

O que ele faz no dia a dia? Ele trabalha? Estuda? Tem filhos? Qual a faixa etária? Adolescentes, por exemplo, passam boa parte do tempo na Internet. Já médicos e professores ficam sem checar os e-mails durante o dia. Atente-se a esses detalhes importantes!

SUA MENSAGEM ESTÁ RELACIONADA À VIDA PESSOAL OU PROFISSIONAL DO CLIENTE?

Isso é importante para estabelecer se você deve enviar e-mails durante a semana ou no fim de semana. Caso a mensagem esteja ligada à vida profissional, envie durante a semana. Se o teor for pessoal, aproveite o fim de semana, que é quando o potencial cliente está livre para poder acessar o seu site e conferir as novidades com tranquilidade.

SEGMENTE O SEU MAILING

Se você tiver mais de um público em seu mailing, procure segmentar sua mensagem. Dessa forma, é possível direcionar as suas ações e descobrir um melhor dia e horário, afinal o que é funcional para uns pode não funcionar para outros.

FAÇA TESTES

Não existe uma forma melhor de descobrir se determinado dia ou horário funciona para o seu público do que testando. Envie e-mails em diferentes horários e veja em quais a resposta é maior.

Bom vou precisar de mais pelo menos dois artigos para dar uma cobertura básica no tema.

Até a próxima segunda e boa semana onde na próxima segunda continuarei abordando o tema E-MAILMARKETING…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital

www.einsofti.com

OUTRAS FORMAS DE GANHAR DINHEIRO ON-LINE

O YouTube provê outras formas de ganhar dinheiro pela Internet pois é um site muito amplo para se ter apenas duas formas de conseguir gerar renda com os seus vídeos além do AdWords e AdSense. Saiba quais são elas:

BLOG E DIVULGAÇÃO

Na maioria das vezes, os canais do YouTube nascem de um site ou Blog de um nicho específico, em que uma marca ou pessoa física postas os conteúdos. Se você tiver um site ou Blog, é bacana que você também divulgue os seus vídeos por lá, pois pode ser que o público que o acessa não seja tão fiel ao YouTube, ou também tem aqueles que não sabem que o seu canal existe. Sem contar que o seu Site/Blog também é outro meio de ganhar dinheiro com publicidade e conversões, portanto saiba aproveitar tudo que as redes podem oferecer para divulgar o seu conteúdo e conseguir conquistar mais púbico e, consequentemente, consumidores fiéis. Para quem tem Site/Blog também é bacana focar na criação de uma base ativa de leads (interessados) e direcionar através de links para seu canal, pois são geralmente eles os que mais clicam em anúncios.

PACIÊNCIA. É A ALMA DO NEGÓCIO

Um dos maiores erros de quem começa um canal no YouTube é se basear nas pessoas que estão na área a mais tempo. Se você pensa que vai produzir um vídeo, postá-lo e, no dia seguinte ele terá milhões de acessos, sentimos muito em informar, mas a realidade é outra. A menos que seu projeto seja inovador ou um meme cheio de graça, leva tempo para que um canal consiga o seu reconhecimento, seu público fiel e uma boa base de visualizações dos vídeos. Portanto, a palavra de ordem para quem quer seguir e evoluir nesta é PACIÊNCIA! Não desanime, estude bastante para se sobressair, divulgue muito seu canal, faça parceria com outros YouTubers e produza conteúdo de qualidade. Se fizer a sua parte o sucesso – e o dinheiro – virão naturalmente, como consequência.

APOSTE NOS INFOPRODUTOS

Uma grande tendência na Internet, e principalmente no YouTube é o investimento nos Infoprodutos. Aqui no Brasil esta forma de ganhar dinheiro está cada dia mais promissora e chama a atenção dos Youtubers. O infoproduto nada mais é do que o uso do conhecimento em determinada área para criar conteúdo disso, como e-books e outros como cursos on-line, e disponibilizá-los ao público pelo Site/Blog ou canal do YouTube. Se a sua empresa oferece um serviço específico, que tal criar parcerias para oferecer infoprodutos? Essa é uma tendência que vem crescendo a cada dia!

3 ESTLOS DE VIDEOS QUE SÃO MUITO RENTÁVEIS

É claro que o sucesso do estilo e tema de vídeo que você escolheu fazer é muito relativo e depende bastante da qualidade desse conteúdo e como ele é desenvolvido e apresentado. Mas existem alguns tipos de vídeos que contam com vários ´cases´ de sucesso e são os queridinhos do público. Veja quais são eles e inspire-se para bombar o seu canal!

  1. TUTORIAL

Hoje em dia, se alguém não sabe fazer algo, ou precisa surpreender com um prato, uma maquiagem ou até mesmo precisa costurar uma roupa que desfiou, corre para o YouTube para procurar por um TUTÓRIAL.  Eles existem aos montes e são ótimos, pois você consegue visualizar como realizar tal feito. Mesmo com vários deles é muito fácil se destacar, pois sempre tem alguém procurando por aquilo que você sabe ensinar. O segredo aqui é trabalhar em formas de edição diferentes e focar em tópicos que não foram tão explorados. Além disso, é bacana caprichar em palavras-chave, tag e descrição para que a pessoa a encontre facilmente nos mecanismos de busca.

  1. BLOGS

Pense rápido: quantos YouTubers você conhece que fazem BLOGs? São vários os ´cases´ de sucesso de pessoas que focam em vídeos neste estilo (PC Siqueira, Felipe Neto, Kéfera, Christian Figueiredo, etc.). As pessoas gostam de assistir alguém dando opinião sobre temas polêmicos de forma leve e, muitas delas, até usam os BLOGs para se inteirar sobre alguns assuntos. Para apostar neste estilo de vida, é preciso ser desenvolto, ter personalidade e opiniões bem definidas. Saber fazer um bom discurso é peça-chave para um Blog de sucesso.

  1. GAMES

Esse é um dos mercados que mais crescem na Internet. É só ver a quantidade de Youtubers gamers que é possível encontrar no site de vídeos. A maioria deles faz do amor pelos jogos e do videogame uma profissão. Tem caso de atingirem ganho superiores a R$ 25 Milhões. É muito dinheiro (PewDiePie). Graças a ele e a outros que ganharam notoriedade ao grande público, falar sobre jogos e gravar gamesplays se tornou uma tendência no YouTube. Hoje em dia o segredo é encontrar novas formas e novos games para envolver o seu público e conquistar a sua fidelidade. Encontre o seu nicho e capriche nas gravações e o sucesso com certeza virá.

 Até a próxima segunda e boa semana onde abordarei o tema E-MAILMARKETING…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital

www.einsofti.com

GANHE DINHEIRO ON-LINE

Aprenda a ganhar dinheiro transformando o seus likes e inscritos no YouTube em fonte de renda. Para que essa mágica aconteça, além de um conteúdo bem-feito e trabalho, existem dois programas muito famosos pelos usuários do YouTube: o Google AdWords e o Adsense. Vamos entender como cada uma dessas ferramentas funciona e como usá-las da melhor forma para a monetização dos seus vídeos!

GOOGLE ADWORDS

O que é? É um sistema no qual os anunciantes inserem os anúncios que desejam ver publicados nos resultados de buscas do Google e também na rede de parceiros do Google AdSense. Para a a sua publicação, o anunciante paga um valor por clique que pode variar de acordo com a concorrência pela palavra-chave escolhida (viu só como as palavras-chave são importantes?). O mais bacana é que qualquer anunciante pode participar, pois a pessoa decide quanto quer investir de acordo com as suas possibilidades r necessidades. Primeiro, elas começam com um orçamento baixo, e depois, com os resultados, vão ajudando como desejar. A inscrição no AdWords é gratuita e o anunciante só paga quando alguém clicar no anúncio ou ligar para a sua empresa, ou seja, apenas quando a publicidade realmente funciona. É por meio do AdWords que a monetização do seu vídeo é feita, já que ele é quem inclui aqueles vídeos de grandes marcas antes do seu vídeo, anúncios no player e nos resultados de pesquisa. O mais bacana é que, se alguém clicar nele, o anunciante ganha e você também ganha uma porcentagem disso, que é repassada pelo Google. Mas não pense que você que poderá clicar sem parar em um anúncio para garantir o seu dinheiro no fim do mês. É contra as regras do Google e do YouTube uma mesma pessoa, com o mesmo IP, clicar no próprio anúncio e tal atitude pode indicar punições. Portanto, é bacana ler atentamente os termos de uso para não agir de forma errada.

GOOGLE ADSENSE

O que é? Podemos dizer que ele é quem faz a mágica acontecer, já que é através de AdSence que os donos de sites, blogs e canais do YouTube de qualquer tamanho e alcance conseguem ganhar dinheiro com o seu conteúdo. Você deve estar perguntando “ Mas, como? “, certo? Pois a resposta é muito simples! É por meio da exibição de anúncios do AdWords, que no caso de sites se dá por banners e bloco de links, e no YouTube, vídeos antes do seu em seu canal. Cada vez que o visitante do site clica em um de seus anúncios, uma parte vai para sua conta no AdSense. O mais bacana é que eles controlam tudo, inclusive se aquele anúncio conversa com seu público-alvo, portanto você não corre o perigo de ter um anúncio impróprio em sua página. Então, recapitulando, o AdWords é quem distribui os anúncios pelos vídeos e canais; já o AdSense controla quanto cada um deu de lucro e quantos cliques engordam a sua conta bancária.

Quanto paga?

Essa é uma das principais dúvidas de quem está começando e, infelizmente, não existe uma resposta exata nem uma regra. É que o valor pago pelo Google AdSense para cliques ou visualizações varia bastante em função do valor pago pelo anunciante que é exibido em seu canal do YouTube, Blog ou site. Nesse sistema de anúncios, os valores a serem pagos pelos anunciantes são definidos em sum sistema de leilão, portanto cada clique tem um valor distinto. Para que seus ganhos sejam maiores é bacana escolher um bom nicho para o AdSense (o nicho é um tema específico, que pode ser desde games a life style, marketing, beleza, etc.). O que acontece é que o AdSense repassa aos publishers um percentual de 68% do valor pago pelo anunciante do AdWords ao Google. Por exemplo, se um anunciante define que quer pagar R$ 1 por clique no anúncio, você receberá o equivalente a R$ 0,68 cada vez que um visitante do seu canal clicar nele. Inicialmente este valor pode parecer bem baixo,  mas em comparação com outros programas de anúncios, este é o mais justo, pois na maioria você só recebe algo se o visitante do seu site fechar uma venda com a marca que está anunciada, o que é bem mais difícil de acontecer. No AdSense, basta apenas que o usuário clique no anúncio e você já estará recebendo.

Como receber?

O AdSense paga como uma empresa normal aos seus funcionários, mensalmente. Se o usuário tiver concluído as etapas para receber o pagamento, eles o emitem entre os dias 21 a 26 de cada mês. Quando você entra para o AdSense, pode controlar quanto está ganhando em um gráfico e visualizar o histórico de pagamentos, no qual você conseguirá descobrir se o seu pagamento está em andamento. Vale lembrar que para receber seu pagamento do AdSense você deve conseguir atingir o valor mínimo, que varia de acordo com a moeda da sua conta, que no caso dos brasileiros geralmente é o dólar. Esse limite é US$ 100, mas, se você não o atingir, não se preocupe, os seus ganhos serão acumulados e combinados com os do mês seguinte. Se o seu novo saldo ultrapassar o limite mínimo de pagamento, você receberá um pagamento no final do mês seguinte. Por exemplo, se seus ganhos de junho não atingiram o limite de pagamento, eles serão acumulados e combinados com os valores de julho. Se o novo saldo exceder o limite de pagamento. O AdSense emite um único pagamento referente aos ganhos combinados de junho e julho no final de agosto. Se uma retenção de pagamento impediu o pagamento do saldo mais recente no ciclo normal, ele será emitido dentro de alguns dias após a remoção da retenção de pagamento. Agora se você não gostou do esquema do Google AdSense e acredita que esta não é a melhor forma de ganhar dinheiro, o cancelamento é opcional e fácil de fazer. Se você resolver cancelar a sua conta e seu saldo for maior do que o limite de cancelamento, que no caso do Brasil são de US$ 10, você receberá o pagamento final em até 90 dias após o final do mês, desde que tenha concluído as etapas necessárias para receber seu pagamento. Entre na sua conta AdSense e confira se todas as informações necessárias para o seu pagamento estão de acordo com as normas.

 

Na próxima semana abordarei outras formas de ganhar dinheiro …

Até a próxima segunda e boa semana…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor Executivo de Transformação Digital

www.einsofti.com

YOUTUBE ANALYTICS PARA INICIANTES

Essa ferramenta gratuita do YouTube é uma ótima aliada para saber a relevância do seu conteúdo, participação do público, conversões e ganhos estimados. A primeira vista parece complicado decifrar o que os números e gráficos dizem, mas com um pouquinho de prática e algumas dicas você vai conseguir ler todos os relatórios e otimizar o seu canal, aumentando a frequência de público e, consequentemente, os ganhos do seu negócio.

YOUTUBE ANALYTICS

Da mesma forma que os produtores de conteúdo de um Blog podem contar com o Google Analíticos, os do Youtube também têm acesso a uma ferramenta que lhes dá todos os números necessários para que eles saibam no que eles estão acertando ou errando em suas produções. Ela é interessante porque ajudará o dono do canal a descobrir quem é o seu público, quais os vídeos fazem mais sucesso, qual tema é mais assistido e por aí vai. Essa análise é de extrema importância para que você descubra quais são os próximos passos no mundo do Youtube – e até mesmo fora dele. Se você olha para o Youtube Analytics e enxerga apenas números indecifráveis, tem de mudar essa postura já. Saber analisar os dados pode ser o segredo do sucesso do seu canal e do seu negócio. Veja algumas das funcionalidades do Analytics e saiba como tirar proveito delas:

  • Entenda o seu público

Isso ajuda na hora de criar conteúdo. Com ele, é possível saber a idade, o gênero e o local de onde são os seus espectadores, o que vale muito para sua marca. Será que eles correspondem ao seu público-alvo? Caso a resposta seja não, talvez seja a hora de mudar algumas coisinhas.

  • Saiba onde seus vídeos são encontrados

Em um relatório completo, ele mostra as origens de tráfego de seus vídeos e o tempo de exibição a cada origem. Dessa forma é possível descobrir se você está utilizando o SEO corretamente para os mecanismos de busca, se pessoas de sites ou blogs estão divulgando seu conteúdo, se a sua divulgação está sendo eficaz e até se ele é relevante pelo tempo que cada um passa por lá.

  • Descubra o que faz as pessoas assistirem os vídeos

É possível descobrir a quais partes do seu vídeo as pessoas assistem e em quais elas o abandonam. Também é possível descobrir o envolvimento do público em determinado vídeo em comparação aos outros com duração semelhante. Sabendo isso, você tem como se basear para a produção dos vídeos seguintes.

  • Saiba quais são os seus números

Com o Analytics você também tem acesso à informação de quantos vídeos cada pessoa assiste em seu canal. Descobrir os dias que eles mais assistem aos vídeos também é interessante para divulgar mais conteúdo. Assim, você consegue envolver púbico que já conquistou e que irá ajudá-lo a conquistar ainda mais gente.

  • Crie relatórios em tempo real

Com ele, você pode ver se os dados de estimativa de visualizações dos cinco últimos vídeos publicados. Os dados em tempo real são estimados e têm por finalidade de fornecer uma orientação geral sobre uma possível atividade de visualização de seus vídeos. Esse relatório pode oferecer ´insights´ sobre o desempenho de seus vídeos mais recentes, o que pode indica-lo a alterar a estratégia dele para obter melhores resultados. O mais bacana é que também é possível conferir esses dados para vídeos individualmente.

 

MONETIZANDO SEU CANAL

Agora que você tem um canal, sabe como deixa-lo com a cara da sua marca e está produzindo conteúdo para seu público, chegou a hora de saber o mais esperado: como também fazer disso uma fonte de renda. Sim, um canal no YouTube também pode ser um meio de ganhar dinheiro. Existem várias formas e a primeira delas é participar da monetização dessa rede. Saiba mais!

O QUE É O PROGRAMA DE PARCERIA DO YOUTUBE?

O programa de parceria é uma maneira de o YouTube ajudar os criadores de conteúdo a gerar receita com os seus vídeos, e isso pode acontecer de diversa maneiras, como anúncios, assinaturas e merchandising. São apenas os parceiros do site que podem gerar receita dentro dele. Os benefícios da parceria são inúmeros, já que o YouTube é a maior comunidade de vídeos on-line do mundo, o que permite um alcance de público global com seu conteúdo de monetização. Outro fator bacana é que o YouTube não restringe o local de onde seus parceiros podem enviar e distribuir conteúdo, o que quer dizer que você pode gerar receita com o seu conteúdo no site de vídeos e em outras plataformas. O YouTube também oferece aos criadores de conteúdo o YouTube Analytics, em que eles podem conferir relatórios que ajudam a rastrear o seu desempenho e ganhos, além de despertar ideias que possam melhorar os seus canais.

COMO FAZER PARTE?

Se você se interessou e quer se interessar parceiro do YouTube, saiba que é preciso atender a alguns critérios, e o primeiro deles é ter conteúdo original, de qualidade e que seja adequado a anunciantes. A sua conta também deve estar em situação regular e não ter sido desativada para monetização anteriormente. Outro fator importante é que seu vídeo esteja em conformidade, portanto, ao se inscrever, leia tudo atentamente!

Os direitos autorais são muito importantes no programa de parceria, já que não é possível gerar receita com vídeos que usem conteúdo sem a permissão da pessoa que o criou ou produziu, e nisso estão inclusos músicas e parte delas, imagens e fotos, trechos de filmes e programas de TV, imagens de videogames ou softwares, vídeo de shows ou qualquer tipo de apresentação ao vivo etc.

Caso você não tenha nenhum fator que o impeça de seguir em frente, vá em frente na próxima semana vou escrever como se tornar um parceiro do site de vídeos que mais cresce mundialmente.

Até a próxima segunda e boa semana…

Delson Luiz F. Leite.

Consultor executivo de Transformação Digital

www.einsofti.com